• Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2020
  1. Home
  2. Imprensa livre
  3. Moradores de Garajuva querem asfalto até Araranguá

Imprensa livre

Moradores de Garajuva querem asfalto até Araranguá

A pavimentação do restante da Rodovia Manoel Antônio Pedroso, até os limites com Araranguá, é a principal reivindicação dos moradores da localidade de Garajuva, apresentada a Brambila e Volnei, em mais uma “Roda de Conversa” da Coligação Evoluir com Inovação e Transparência (PDS/PSL/PP/PDT), realizada na noite de quinta-feira (15), no salão de festas da comunidade católica.

A partir do centro de Maracajá, a Rodovia Manoel Antônio Pedroso, de acesso a Garajuva, está em fase final de asfaltamento numa extensão de 3 quilômetros, até o início de um trecho de lajotas, em frente as conhecidas “Casas de Turmas”, moradias conservadas como patrimônio histórico por terem abrigado, no passado, trabalhadores da ferrovia que passava pelo local.

“É natural, como no Espigão da Toca e no Cedro, que os moradores queiram esta pavimentação até os limites com Araranguá e, na Garajuva, por esta rodovia representar um corredor para o município vizinho, sem passar pela praça de pedágio que está sem fase de implantação na BR-101”, comenta Brambila.

Segundo o candidato a prefeito pela coligação Evoluir com Inovação e Transparência para a reivindicação se materializar é necessário viabilizar recursos e que Araranguá se responsabilize em pavimentar a rodovia em seu território. “Vamos trabalhar nos dois sentidos, buscando recursos e a adesão do município vizinho”, enfatiza o candidato a vice-prefeito, Volnei Rocha.

Os moradores ainda disseram ser necessária a pavimentação e a construção de uma praça em frente a igreja, com parque infantil, academia de ginástica e abrigo de parada de ônibus, além da reforma, para doação à comunidade, do imóvel que abrigou, no passado, o PETI e o SCFV.

Estas proposições podem ser, total ou parcialmente, atendidas ainda neste ano, pela atual administração, informou o prefeito Arlindo Rocha, que participou da “Roda de Conversa”, já que reside naquela localidade. Um novo encontro para detalhar essas necessidades, disse Arlindo, será convocada para os próximos dias e os trabalhos iniciados nas próximas semanas.

Finalmente, produtores rurais da Garajuva pediram incentivos à agricultura familiar, especialmente em obras de revestimento de vias de acesso às propriedades. Brambila assumiu o compromisso de atender a reivindicação e, para isto, reduzir em 50% das taxas cobradas pela administração no Programa Porteira Aberta, que permite a prestação destes serviços.

Moradora da Cohab, em Balneário Gaivota, reclama da situação de abandono da comunidade Próximo

Moradora da Cohab, em Balneário Gaivota, reclama da situação de abandono da comunidade

Unesc Araranguá oferece formação gratuita sobre criação de conteúdo para negócios Anterior

Unesc Araranguá oferece formação gratuita sobre criação de conteúdo para negócios

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.