• Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020
  1. Home
  2. Imprensa livre
  3. R$ 18 milhões na nova subestação CELESC

Imprensa livre

R$ 18 milhões na nova subestação CELESC

Um assunto que será votado nas próximas sessões do Legislativo de Araranguá é o Projeto de Lei Complementar 034/2020, “sobre zoneamento, uso e ocupação do solo no município”. Essa matéria foi apresentada na última reunião e tramita junto as comissões internas e assessoria legislativa.

A questão vem à tona porque, o Município planeja adquirir uma área de terra situada junto à Rua Valdemar Nestor Inácio, a 100 metros da Rodovia SC-477. A intenção é instalar no local uma nova subestação da Celesc. O problema é que, à área escolhida precisa receber nova classificação no Plano Diretor Municipal, pois situa-se na chamada “Zona de Expansão Urbana” - ZEU, cujo uso é exclusivamente permitido para unidade habitacional unifamiliar, e permissível para atividades de comércio e serviço vicinal.

A implantação da nova subestação representa uma antiga reivindicação da macrorregião, onde à demanda pela utilização de energia elétrica cresce gigantescamente. Hoje, os dois transformadores de 26,67MVA da atual subestação SE 69kV Araranguá, atingiram cerca de 90% da capacidade de armazenamento. Esse índice associado ao esgotamento dos alimentadores, inviabiliza o atendimento a novas cargas.

O investimento na construção da nova subestação Araranguá II e da linha de transmissão totalizará aproximadamente R$ 18 milhões. A obra está prevista no Plano Quinquenal de Obras da Celesc Distribuição - PQO.

No papel tudo é muito bonito, porém, para a construção da subestação, é indispensável adquirir um terreno adequado. Já existe um cronograma de execução da obra. A compra da área deve ocorrer até agosto de 2020. Depois, ainda neste ano; será preciso providenciar o licenciamento ambiental. Já para 2021 está prevista a realização de licitação e início de construção das obras. E, a etapa final, projetada para ocorrer até 2022, inclui o início da operação da subestação e linha de transmissão (LD 69 kV Araranguá II – Seccionamento (Forquilhinha Rb - Araranguá).

Filme da Beira-Rio

Em decorrência de vários equívocos no edital publicado, a Prefeitura anulou a licitação que estabelecia a aquisição e transporte de trilhos de trem até as margens do Rio Araranguá, no trecho interditado da Rua Rui Barbosa. O objetivo era utilizar esse material para fazer o retaludamento do referido local, reduzindo a infiltração de água no terreno e disciplinando seu escoamento, inibindo os processos erosivos.

Ali parece que existe um “sapo enterrado”. A erosão do terreno às margens do Rio Araranguá já completou 450 dias sem solução.
Essa licitação foi tema da coluna opinião do dia 30 de julho no JC REDAÇÃO. E, a julgar pelo ritmo (ou falta dele) a interdição daquele trecho na Beira-Rio ainda vai protagonizar muitos capítulos. Uma nova licitação deverá ser lançada, ao menos essa é a expectativa.

100 dias para as eleições

Embora a prioridade coletiva sejas as medidas protetivas contra a Covid-19, o processo eleitoral também desperta interesse e debates. Nada menos do que 100 dias separam a data de hoje, 7 de agosto, de 15 de novembro, quando serão realizadas as eleições municipais.

Em Araranguá, a cada dia surgem novos pré-candidatos interessados em ocupar cadeira na Câmara de Vereadores e Prefeitura Municipal. Isso fortalece à tese de que, muitas pessoas acreditam na renovação em detrimento da conservação. Acrescente-se, também, o desgaste da classe política, a ineficácia dos governantes e legisladores, salvo raríssimas exceções.

Avante defende renovação 100%

Novato em nível municipal, o Avante - 70, do presidente Jonas Matos Sombrio, sintetiza essa filosofia de apostar na “renovação”, pois constitui-se no único partido político local onde os 23 pré-candidatos a vereador jamais ocuparam cargos públicos eletivos. “Defendemos em 100% a mudança de nomes”, enfatiza Jonas.

No pleito majoritário, o Avante apoia a pré-candidatura do advogado Ricardo Ghelere (PRTB), que também coloca seu nome à disposição pela primeira vez.

Jair Anastácio conquista praça de R$ 250 mil para o Lagoão Próximo

Jair Anastácio conquista praça de R$ 250 mil para o Lagoão

Pais da Unesc Anterior

Pais da Unesc

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.