• Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019
  1. Home
  2. Saúde e estética
  3. Nutrição na adolescência

Saúde e estética

Nutrição na adolescência

A reportagem acompanhou a nutricionista Ana Paula Laurindo, em uma consulta a um adolescente, praticante de Crosfitt, que tinha dúvidas sobre sua alimentação 

Araranguá 

O Pedro Fontoura é um adolescente saudável, de 13 anos, ele é praticante de Crossfit e tinha dúvidas referentes a sua rotina alimentar. A reportagem do Portal Uaaau, junto com o jovem, procurou a nutricionista Ana Paula Laurindo, que orientou o Pedro, para que ele tenha uma alimentação mais saudável e adequada a esta importante fase da vida.

Ana Paula atendeu o adolescente no CrossFit Black Orange, onde ele faz atividades físicas três vezes por semana. "O Pedro tem 13 anos, está em uma fase de pleno desenvolvimento, ainda vai passar pelo estirão do crescimento, vai aumentar muito rápido de tamanho, só que para isto acontecer plenamente, ele precisa ter uma boa fonte alimentar, se tiver faltando isto, não consegue crescer, não consegue desenvolver músculo, não consegue treinar direito", explicou.

A alimentação é a principal fonte de nutrientes. "Mesmo que a gente dê uma vitamina encapsulada, não vai ser tão eficiente quanto os nutrientes advindos da alimentação, só que é claro, tem que se alimentar bem. Por isto a importância das frutas, dos vegetais, do arroz e do feijão, que é um prato tipicamente brasileiro e é da nossa região. O arroz com feijão forma a proteína completa, que para quem está em fase de desenvolvimento, que é a fase que o Pedro está, é importante. Então, no mínimo três vezes por semana, tem que comer arroz e feijão", orientou a nutricionista.

Ana deu alternativas para quem não gosta de feijão, como o Pedro, que é substituir pela lentinha, grão de bico, ou trocar a variedade do alimento. "Se não gosta do feijão preto, tem o vermelho, o carioquinha", sugeriu. O Pedro não gosta muito de vegetais e a nutricionista sugeriu que a pessoa que cozinhe para ele, coloque chuchu, brócolis e beterraba no feijão e que ele consuma mais o caldo. Ela também orientou ele a comer bastante frutas.  

A hidratação é outro ponto importante na nutrição de toda a pessoa e para o Pedro não é diferente, no entanto, neste quesito ele está de parabéns, pois toma bastante água. "Precisa tomar bastante água, entre os treinos, durante o dia, para conseguir desenvolver adequadamente", explicou. Ana pediu para Pedro maneirar nos doces, refrigerante e lanches rápidos. "Uma vez ou outra não tem problema, o problema é virar hábito", ponderou. Este é outro quesito que Pedro está de parabéns, pois ele já não consumia muito, mesmo antes da consulta com a especialista.

A nutricionista não indica suplementação alimentar para adolescentes. "Na idade dele ainda não tem necessidade, geralmente, a partir dos 18 anos, é que esta necessidade pode aumentar", avaliou. Os refrigerantes diets também foram cortados da dieta de Pedro por Ana, devido aos aditivos químicos adicionados a estes produtos.

Para o jovem, que não tem nenhum problema de saúde, Ana não cortou nenhum tipo de carne de sua dieta. "Eu deixo livre para ele escolher o tipo de carne que ele quer, só que é claro, é bom fazer exames clínicos uma vez por ano", recomendou.

Sobre a alimentação para a prática de atividades física, Ana explicou que ela é basicamente a mesma, no entanto, como Pedro treina, ele deve ter um cuidado ainda maior com a alimentação. "Se ele se alimentar mal e vir treinar, ele vai prejudicar ainda mais o desenvolvimento e vai aumentar a chance de lesão. O treino é muito bom, mas se ele não se alimentar bem, não vai ser legal", afirmou.

Outras dicas passadas pela nutricionista foram o consumo de ovos, que é uma importante fonte de proteínas e o cuidado com os excessos. Pedro adora pipoca e como ele não tem problema de obesidade e praticada exercícios físicos, a especialista não colocou nenhum tipo de restrição ao consumo do alimento. "Nesta idade, o importante é não ter excessos, tanto para a alimentação não saudável, quanto para a alimentação muito regrada, pois essa é uma fase muito propícia para desenvolvimento de distúrbios alimentares", afirmou.

Atividades gratuitas para todos Anterior

Atividades gratuitas para todos

Customizar é tendência Próximo

Customizar é tendência

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.