• Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020
  1. Home
  2. Imprensa livre
  3. Araranguá é um dos três municípios da Amesc, infestados com o mosquito Aedes Aegypti

Imprensa livre

Araranguá é um dos três municípios da Amesc, infestados com o mosquito Aedes Aegypti

Araranguá é um dos três municípios da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (Amesc) que são considerados infestados pelo mosquito Aedes Aegypti. Além da Cidade das Avenidas está Sombrio e Passo de Torres.

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC) divulgou o boletim n° 01/2020 sobre a situação da vigilância entomológica do Aedes aegypti e a situação epidemiológica de dengue, febre de chikungunya e zika vírus, com dados até a Semana Epidemiológica (SE) n° 03 (29 de dezembro de 2019 a 18 de janeiro de 2020).

No período de 29 de dezembro de 2019 a 18 de janeiro de 2020, foram identificados 2.052 focos do mosquito Aedes aegypti em 111 municípios. Comparando ao mesmo período de 2019, quando foram identificados 1.403 focos em 96 municípios, observa-se um aumento de 46,3% no número de focos detectados.

Em relação à situação entomológica, até a SE nº 03/2020, são 97 municípios considerados infestados, o que representa um incremento de 27,6% em relação ao mesmo período de 2019, que registrou 76 municípios nessa condição. A definição de infestação é realizada de acordo com a disseminação e manutenção dos focos.


Eliminar os criadouros do mosquito é a principal iniciativa que as pessoas devem realizar. De acordo com informações da Diretoria de Vigilância Epidemiológica estadual, no período de 29 de dezembro de 2019 a 18 de janeiro deste ano, foram notificados 127 casos de dengue em Santa Catarina. Desses, 11 foram confirmados, 38 foram descartados por apresentarem resultado negativo para dengue e 78 estão sob investigação pelos municípios.

Febre de chikungunya

No período de 29 de dezembro de 2019 a 18 de janeiro de 2020, foram notificados 15 casos de febre de chikungunya em Santa Catarina. Desses, 06 (40%) foram descartados e 09 (60%) permanecem como suspeitos.

Zika vírus

No período de 29 de dezembro de 2019 a 18 de janeiro de 2020 foram notificados três (03) casos de zika vírus em Santa Catarina e permanecem como suspeitos.

Fonte: DIVE/SC

Sisu oferece vagas específicas para pessoas trans Anterior

Sisu oferece vagas específicas para pessoas trans

Governo de Forquilhinha vai reconstruir creche no bairro Cidade Alta Próximo

Governo de Forquilhinha vai reconstruir creche no bairro Cidade Alta

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro das nossas novidades.